Fundamentos das Ciências Sociais – Casos Concretos Corrigidos

Fonte: AjudaJurídica.com e Universidade Estácio de Sá

Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 1 – Caso Concreto 1 :
QUESTÃO DISCURSIVA: Leia o diálogo a seguir.
— Hoje o sol está de rachar!
— É verdade! Como pode uma bola de fogo menor que a Terra, que fica girando em volta da gente, fazer tanto calor?
— Que nada, homem! A Terra é menor do que o sol! É por isso que faz tanto calor! A Ciência, recorrentemente, se defronta com raciocínios desse tipo, relacionado a falsas certezas. Demonstre as principais diferenças entre o pensamento científico e o senso comum é apresente, pelo menos, dois outros exemplos de convicções equivocadas decorrentes da utilização do senso comum e refutadas pela ciência.
A lei da gravidade, elaborada por Isaac Newton, a lei da conservação da massa, de Lavoisier, popularizada na expressão na natureza nada se cria, tudo se transforma e a teoria heliocêntrica, preconizada por Nicolau Copérnico, evidenciam que características próprias do pensamento científico?
Resposta: O conhecimento do senso comum é um tipo de conhecimento espontâneo pois seu aprendizado é passado de geração a geração ao longo dos tempos. Ele s e organiza partir da necessidade do homem de enfrentar desafios cotidianos. O conhecimento científico se distingue de outras formas de saber porque suas formulações são sistemáticas, baseadas em fatos verificáveis e controláveis através de experiências, chegando, por isso, a conclusões gerais e objetivas, Ele se constitui a partir do estabelecimento de métodos rigoroso de
investigação e de recorte específico de um objeto de estudo.

O aluno deverá apresentar com clareza e precisão, dois exemplos que demonstrem equivocadas concepções da realidade produzidas pelo senso comum e contestadas pela ciência.

Questão de Múltipla Escolha (OBJETIVA) :
A lei da gravidade, elaborada por Isaac Newton , lei da conservação da massa de Lavoisier, popularizada na expressão, na natureza nada se cria, tudo se transforma e a teoria Heliocêntrica, preconizada por Nicolau Copérnico, evidenciam que características próprias do pensamento científico?
a) Objetividade e neutralidade
b) Generalidade e sacralidade
c) Generalidade e subjetividade
d) Subjetividade e neutralidade
CORRETA ⇒ e) Generalidade e objetividade .
JUSTIFICATIVA: o conhecimento científico se distingue de outras form as de saber com formulações são sistemáticas baseadas em fatos verificáveis e controláveis através de experiências, chegando a conclusões gerais e objetivas.
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 2 – Caso Concreto 2 :
QUESTÃO DISCURSIVA: Em um conhecido episódio da nossa história, Oswaldo Cruz liderou uma campanha de
erradicação da febre amarela na cidade do Rio de Janeiro. Cientista de grande porte, tendo estudado no Instituto Pasteur, na França, convenceu as autoridades de que era necessário vacinar todos os moradores da cidade. Objetivamente, sua preocupação era a de combater uma epidemia que estava matando grande parte da população carioca.
Entretanto, essa iniciativa não foi bem recebida pela população, que atacava os agentes da brigada sanitária e promoveu uma série de protestos que ficou conhecida como a ‘revolta da Vaia. Uma das causas da reação adversa da população foi o fato de que, para aplicar à vacina, os agentes sanitários viam os braços desnudos das moças, considerados objeto de desejo na época e, portanto, não podendo ser mostrado a estranhos.
Pergunta-se: s e Oswaldo Cruz pudesse ter recorrido a um cientista social, como ele poderia ter auxiliado? Análise sob o prisma da objetividade científica e da relação sujeito/objeto os fenômenos acima descritos.
Resposta: Caso o renomado cientista pudesse ter recorrido um cientista social, ele teria feito uma interpretação contextualizada do fenômeno, levando em conta não apenas os aspectos ligados à saúde e à higiene, mas também os aspectos culturais e morais que envolviam a questão. Neste caso não seria possível enfrentar a questão sob o prisma de uma total objetividade científica, pois o sujeito e o objeto da ação são seres humanos e existe uma intersubjetividade entre eles.

Questão de Múltipla Escolha (OBJETIVA) :
A construção de um olhar sociológico se inicia com o estranhamento diante da realidade ciente de que nossa visão é repleta de prenoções e juízos de valor. Tal postura recusa à interpretação das ações e das relações sociais com base no conhecimento do senso comum é possibilita a construção do conhecimento científico da sociedade. Identifique, nas opções apresentadas, a que corresponde ao conhecimento sociológico.
a)Buscar nas próprias experiências a explicação naturalizante dos comportamentos humanos .
CORRETA ⇒ b) Estudar a realidade observada, segundo critérios científicos e metodológicos próprios JUSTIFICATIVA: as ciências sociais como vimos, os eventos estudados têm determinações complicadas e que podem ocorrer em ambientes diferenciados pois o laboratório é a sociedade, tendo por causa disso, a possibilidade de mudar seu significado. De acordo com o ator, as relações existentes num dado momento, ou seja, as ciências sociais possuem método próprio de observação e análise da realidade social.
c) Tomar decisões fundamentadas no conhecimento de adágios e ditados.
d) Fazer diferentes leituras, tomando por base o senso comum.
e) Aceitar as explicações biológicas para as ações humanas em sociedade.
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 3 – Caso Concreto 3 :
QUESTÃO DISCURSIVA: Leia o texto abaixo e responda às questões propostas:
Em 1883 , Franz Boas foi estudar os esquimós e passou um tempo convivendo com eles. O autor fez as seguintes observações no seu diário:
Frequentemente me pergunto as vantagens da nossa oa sociedade possui sobre aquela dos selvagens e descubro que quanto mais vejo de seus costumes, que não temos o direito de olhá-los de cima para baixo. Onde nos so povo poder -se-ia encontrar hospitalidade tão verdadeira quanto aqui .. . Nas, pessoas altamente educadas, somos muito piores relativamente falando .. . Creio que, essa viagem tem para mim uma influência valiosa, ela reside o fortalecimento do ponto de vista da relatividade de toda formação … Trecho extraído do livro Antropologia Cultural/Franz Boas. Celso Castro (org). Rio de Janeiro:Jorge Zahar Editor, 2004).

A)Identifique e explique que método antropológico foi utilizado pelo autor em sua pesquisa?
Resposta: A ETNOGRAFIA, método em que o pesquisador vai até o local (o campo de estudo) e investiga os costumes culturais, as regras, as relações que se estabelece na sociedade que deseja aprender.

B) Elabore uma análise sobre relativismo cultural a partir das observações feitas por Franz Boas.
Resposta: O autor faz uso do relativismo cultural, ao procurar compreender a lógica da vida do outro é valorizar a diversidade cultural, a diferença. Não hierarquiza as formas de vida percebendo que as noções de selvagem e civilizado são relativas dependendo do ponto de vista do observador

QUESTÃO DE MÚLTIPLA ESCOLHA (Objetiva) :
A noção de ‘etnocentrismo’ e Antropologia busca
a) Designar a ocorrência de uma imprecisão conceitual na teoria antropológica.
CORRETA ⇒ b) Expressar o processo de observação dos valores da própria cultura como se fossem únicos ou superiores. JUSTIFICATIVA: Porque o etnocentrismo consiste na atitude de considerarmos o nosso
modo de vida como o mais correto e o mais natural.
c) Descrever a preeminência da relação entre os termos em qualquer análise antropológica.
d) Apontar para o risco de suspensão moral das categorias de nossa própria cultura.
e) Nomear o processo de construção de conceitos abstratos a partir das representações nativas
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 4 – Caso Concreto 4 :
QUESTÃO DISCURSIVA: Leia o texto abaixo e responda às questões propostas:
A eleição alemã de domingo colocou os primeiros negros, um ator e um químico, e uma muçulmana no parlamento do país que, além de ser a capital industrial, também se afirma como o centro cultural da Europa. Eles estão entre os 34 deputados de origem estrangeira eleitos, contra 21 do último pleito. Nascido no Senegal, o químico negro Karamba Diaby reconhece que sua eleição foi um fato histórico. Após ganhar uma bolsa de estudos, ele se mudou para a cidade de Hall e, na antiga Alemanha Oriental, em 1986, para estudar química na
parte comunista do país . Só em 2001, porém, Diaby recebeu a cidadania alemã. Ele afirma que a prioridade de seu mandato na Câmara dos Deputados será a igualdade de oportunidades de educação no país. – Toda criança nascida na Alemanha deve ter a chance de ser bem -s sucedida na escola, independente do contexto cultural ou da renda de seus pais – disse ele, que tem 51 anos. Seu partido, o Social Democrata, teve 25,7% dos votos e é provável que faça algum tipo de aliança com a União Democrata Cristã de Angela Merkel. Já a muçulmana Cemile Giousouf e o ator negro Charles Huber vêm da legenda da chanceler reeleita.
Filho de um diplomata senegalês com uma alemã, Huber tem 56 anos e participou do filme de ficção científica de ‘Inimigo meu’ . A história trata de um terráqueo e de um alienígena cujas naves caem num mesmo planeta e para sobreviver, precisam se unir.
Também da União Democrata, Cemile Giousouf, s e transformou na primeira parlamentar muçulmana de seu partido. Nascida na Alemanha, de pais Gastarbeiter – em sua maioria trabalhadores turcos com visto temporário -, ela foi enviada para ser criada por um tio na Grécia e voltou após completar 2 anos. Nos dois países viveu como parte da minoria muçulmana, Marcado pelo passado nazista que acreditava numa raça superior de seres humanos, os arianos, o país registra avanços na tolerância: há três anos, a seleção alemã na Copa do Mundo apresentou um time composto por 11 jogadores de origem estrangeira e ficou em terceiro lugar no campeonato. (O Globo, 23/09/2013).
A)Identifique e explique o fenômeno acima evidenciado.
Resposta: Trata-se d e um multiculturalismo, que se baseia no reconhecimento das diferenças como algo positivo, na convivência de diversas culturas em uma sociedade sem hierarquização delas .

B) Cite, pelo menos, dois exemplos de açõ es na s ociedade brasileira em que se verifique à preocupação com o reconhecimento desse fenômeno.
Resposta: Podemos citar políticas públicas de inclusão de setores que historicamente foram tratados de maneira desigual como a adoção de cotas raciais nas universidades o reconhecimento das uniões homoafetivas, a valorização da cultura indígena etc

QUESTÃO DE MÚLTIPLA ESCOLHA (Objetiva) : (adaptada do ENADE 2009)
“O movimento antiglobalização apresenta-se, na virada deste novo milênio, como uma das principais novidades na arena política e no cenário da sociedade civil , dada a sua forma de articulação/atuação em redes com extensão global. Ele tem elaborado uma nova gramática no repertório d as demandas e dos conflitos sociais , trazendo novamente as lutas sociais para o palco da cena pública e a política para a dimensão, tanto na forma de operar, nas ruas, como no conteúdo do debate que trouxe à tona: o modo de vida capitalista ocidental moderno e seus efeitos destrutivos sobre a natureza (humana, animal e vegetal). GOHN, 2003
É correto afirmar que o movimento antiglobalização referido nesse trecho:
A) Cria uma rede de adesão ao processo de globalização, expressa em atos de desobediência civil e propostas alternativas à forma atual da globalização, considerada como o principal fator da exclusão social existente.
CORRETA ⇒ B) Defende um outro tipo de globalização, baseado na solidariedade e no respeito às culturas, voltado para um novo tipo de modelo civilizatório, com desenvolvimento econômico, mas também com justiça e igualdade social. JUSTIFICATIVA: os movimentos antiglobalização visam contestar não apenas o
domínio econômico do Estados Unidos e das grandes potências, mas também sua dominação
cultural visando combater a idéia de uma padronização’ total da cultura ao redor do mundo.
C) É composto por atores sociais tradicionais , veteranos nas lutas políticas, acostumados com o repertório de protestos políticos, envolvendo, especialmente, os trabalhadores sindicalizados e suas respectivas centrais sindicais.
D) Aceita as imposições de um mercado global, uno, voraz, além de contestar os valores impulsionadores da sociedade capitalista, alicerçada no lucro e no consumo de mercadorias supérfluas.
E) Não se utiliza de mídias, tradicionais e novas, de modo relevante para suas ações com o propósito de dar visibilidade e legitimidade mundiais ao divulgar a variedade de movimentos de sua agenda.
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 5 – Caso Concreto 5 :
QUESTÃO DISCURSIVA:
Considerei a existia de Deus e decidi que há uma boa chance de que ele exista. Se ele realmente existir, deve estar trabalhando em um plano. Portanto, se devo servir a Deus, preciso descobrir o plano e fazer o melhor possível para ajudá-lo em sua execução. Como descobrir o plano? Primeiramente, procurar a raça que Deus escolheu para ser o instrumento divino da futura evolução. Inquestionável, e a raça humana… Devotarei o restante de minha vida ao propósito de Deus e a ajudá-lo a tornar o mundo inglês.” (Cecil Rhodes,colonizador britânico).
O texto acima evidencia uma forma de pensamento e uma visão de mundo dos europeus típicado século XIX.
Indaga-se :
(i) Como eram vistas as sociedades não europeias com as quais os europeus entraram em contato a partir do neocolonialismo no século XIX ?
Resposta: Eram vistas como inferiores, selvagens, desprovidas de desenvolvimento é civilidade e marcadas pelo atraso e pela barbárie
(ii) Qual a forma de pensamento embasava essa visão e que papel esse tipo de pensamento exerceu no contexto em que foi utilizado?
Resposta: Darwinismo Social, que defendia a ideia de uma superioridade natural dos povos europeus sobre os outros, justificando, assim, a intervenção europeia esses países, o vistas a levar a ‘missão civilizadora , eufemismo utilizado para mascarar a conquista e a dominação

QUESTÃO DE MÚLTIPLA ESCOLHA (Objetiva) :
Selecione as afirmativas que indicam o contexto histórico, social e filosófico que possibilitou à gênese da Sociologia.
CORRETA ⇒ I – A Sociologia é um produto das revoluções francesa e industrial é foi uma resposta às novas situações colocadas por estas revoluções.
CORRETA ⇒ II – Com o desenvolvimento do industrialismo, o sistema social passou da produção de guerra para a produção das cois as úteis , através da organização d a ciência e das artes.
III – O pensamento filosófico dos séculos XVII e XVIII contribuiu para popularizar os avanços científicos, sendo a Teologia a forma norteadora desse pensamento.
IV – A formação de uma sociedade que se industrializava e se urbanizou e m ritmo crescente propiciou o fortalecimento da servidão e da família patriarcal.
Assinale a alternativa correta:
a) III e IV.
b) I, II e III.
c) II, III e IV.
CORRETA ⇒ d) I e II.corretas. JUSTIFICATIVA: como vimos as revoluções burguesas (Francesa e Industrial)
forneceram as bases d as primeiras explicações sociológicas, decorrentes da cri se de uma sociedade que mudou radicalmente sua forma de produção da riqueza, com a prevalência do trabalho fabril, em larga escala de produção e consumo.
e) II e IV.
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 6 – Caso Concreto 6 :
QUESTÃO DISCURSIVA: O conhecimento científico opõe- se ao senso comum e que o seu ideal está baseado na concepção segundo a qual a ciência é uma representação da realidade tal como ela é em si mesma. Acredita-se, portanto, em uma objetividade, isto é, um conhecimento que procura as estruturas universais e necessárias das coisas investigadas. Nesse sentido, a corrente positivista comteana buscou relacionar as ciências naturais com a Sociologia emergente do século XIX, com o propósito de legitimar definitivamente a Sociologia como ciência.
Tendo como norte esta perspectiva:
A) Explique como Comte concebeu a ciência da sociedade.
Resposta: Comte definiu a Sociologia ou Filosofia Positiva como uma física social ,ciência que toma os modelos da biologia e explica a sociedade como um organismo coletivo. Desta forma, acreditava que os conhecimentos e métodos utilizados pelos cientistas naturais também eram válidos para explicar e interferir nos fenômenos sociais.

B) Descreva as fases e suas características principais por que podem passar as sociedades humanas, de acordo com a Lei dos três estados.
Resposta: Comte acreditava que a humanidade passou por três estágios de evolução histórica, cultural e de desenvolvimento intelectual: o teológico (teológico ou religioso: explica os fatos por meio de vontades análogas à nossa vontade), o universo era explicado em termos de deuses, demônios e seres mitológicos – causa para explicar a existência do fenômeno estava calcada na figura de um Deus (monoteísmo) ou deuses (politeísmo), ou outros seres transcendentais – fetichismo; o metafísico (substitui os deuses por princípios abstratos como o ‘horror do vazio’ por longo tempo atribuído à natureza), à realidade era explicada em termos de abstrações como a essência, existência, substância e acidente. Substituição das divindades por forças abstratas e o positivo (e aquele em que o espírito renuncia a procurar os fins últimos e procura responder aos últimos ‘porquês’), explicações somente poderiam ser baseadas em leis científicas descobertas através da experimentação, observação ou lógica da razão humana.

Questão Múltipla Escolha : (UFUB/2009)
Surgida no momento de consolidação da sociedade capitalista, a Sociologia tinha uma importante tarefa a cumprir na visão de seus fundadores, dentre os quais se destaca Auguste Comte. Assinale a alternativa correta quanto a essa tarefa.
a) Desenvolver o puro espírito científico e investigativo, sem maiores preocupações de natureza prática, deixando a solução dos problemas sociais por conta dos homens de ação.
b) Incentivar o espírito crítico na sociedade e, dessa forma, colaborar para transformar radicalmente a ordem capitalista responsável pela exploração dos trabalhadores.
CORRETA ⇒ c) Contribuir para a solução dos problemas sociais decorrentes da Revolução Industrial, tendo em vista a necessária estabilização da ordem social burguesa. JUSTIFICATIVA: Comte acreditava ser necessário resolver a crise social por que passava a França e toda Europa à época da produção de sua obra, buscando não uma atitude revolucionária, mas sim uma nova ordem social , baseada na noção de “ordem e progresso”, com base na Filosofia Positiva.

d) Tornar realidade o chamado “socialismo utópico”, visto como última alternativa para à superação das lutas de classe e em que a sociedade capitalista estava mergulhada.
e) Produzir um conhecimento da vida social baseado em premissas teológicas e míticas.
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz

Semana de Aula 7 – Caso Concreto 7 :
QUESTÃO DISCURSIVA:
Émile Durkheim procurou definir o objeto de sua Sociologia. Em seguida procurou estabelecer certas distinções entre fenômenos normais e fenômenos tidos como patológicos. Nes se sentido, leia atentamente o texto abaixo e responda às questões propostas.
Amores violentos (Isto É 27/11/0)
É interminável a lista de crimes passionais que acabam em morte ou escoriações. Geralmente esses crimes são praticados “em nome do amor”, quase sempre por homens possessivos.
Às vezes esses crim es terríveis acontecem na frente dos filhos. Foi o ocorreu com a doméstica Dalila Rodrigues, 46 anos, de São José dos Campos (SP). Há 20 anos ela casou com o torneiro mecânico João Raimundo Dias. Desde o início, começou a sofrer agressões do marido. Da união, nasceu Larissa, hoje com 18 anos. Foram tantas surras que Dalila teve a visão comprometida. A doméstica fez três denúncias contra João Raimundo. Não resultaram em nada.
Hoje, ela participa de uma campanha pelo fim da violência contra mulher. O trauma está superado? “Não. Ainda tenho medo dele”, revela. A ONG Ações em Gênero, Cidadania é Desenvolvimento chama a atenção para os casos em que o homem mata como s e fosse por “lealdade” a outros homens.”É como uma confraria, eles têm de se mostrar fortes, confirmar à dominação. “ e , os hospitais do “Sistema Único de Saúde” receberam 8464 casos de
mulheres agredidas no país . Pernambuco registra um dos cenários mais alarmantes, com 193 mortes desde janeiro deste ano, mas o fenômeno é nacional e motivou a aprovação da Lei Maria da Penha, base jurídica importante para combater o crime. A lei homenageia uma cearense que sofreu duas tentativas de assassinato pelo marido, um professor universitário, nos anos 80. Na primeira vez, levou um tiro e ficou paraplégica. A segunda foi uma tentativa de eletrocussão. O marido só foi preso depoi s de um processo que durou 19 anos, ficando detido
por apenas dois anos.
I. Qual seria para Durkheim o objeto de estudo evidenciado no texto ? Justifique dentro da postura metodológica proposta pelo autor.
Resposta: A violência contra a mulher. Trata-se de um fenômeno geral, exterior ao indivíduo e coercitivo, impondo-se às vontades individuais.

II. O fato tratado no texto é normal ou patológico? Justifique.
Resposta: Na sociedade em questão trata-se de um fato social considerado normal, por ser frequente, recorrente e tolerado ou aceito pela média dos indivíduos desse grupo.

QUESTÃO MÚLTIPLA Escolha : (UEL/2009)
Um jovem que havia ingressado recentemente na Universidade foi convidado para uma festa de recepção de calouros. No convite distribuído pelos veteranos não havia informação sobre o traje apropriado para a festa. O calouro, imaginando que a festa seria formal, compareceu vestido com traje social. Ao entrar na festa, em que todos estavam trajando roupas esportivas, causou estranheza, provocando risos , cochichos com comentários maldosos, olhares de espanto e de admiração. O calouro não estava vestido de acordo com o grupo sentiu as
represálias sobre o seu comportamento.
As regras que regem o comportamento e as maneiras de s e conduzir em sociedade podem ser denominadas, segundo Émile Durkheim (1858-1917), como fato social.
Considere as afirmativas abaixo sobre as características do fato social para Émile Durkheim.
I. O fato social é todo fenômeno que ocorre ocasionalmente na sociedade.
CORRETA ⇒ II. O fato social caracteriza -se por exercer um poder de coerção sobre as consciências individuais.
CORRETA ⇒ III. O fato social é exterior ao indivíduo e apresenta -se generalizado na coletividade.
IV. O fato social expressa o predomínio do ser individual sobre o ser social.
Assinale a alternativa correta.
a) Apenas as afirmativas I e II são corretas.
b) Apenas as afirmativas I e IV são corretas.
CORRETA ⇒ c) Apenas as afirmativas II e III são corretas. JUSTIFICATIVA: os fatos sociais s e impõem aos indivíduos e tem por características principais, segundo Durkheim, a generalidade, a coercitividade e à exterioridade.
d) Apenas as afirmativas I, III e IV são corretas.
e) Apenas as afirmativas I, II e IV são corretas.
WWW..AJUDAJURIDICA.COM Por Guilherme Cruz